Seguidores

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Edificante testemunho de Luan Rodrigues - Membro da Marca de Cristo


Foto: POR FAVOR LEIA..
Minha intenção nunca foi ser perfeito, durante toda minha vida só busquei a tentativa de ser feliz... Já morei em vários lugares, já estudei em mais de 10 escolas, conheci muitas pessoas, mas não podia criar laços pois sempre tinha que me despedir delas, sempre tinha que dizer adeus, afinal durante 16 anos morei em 7 lugares diferentes. Como disse, sempre busquei a felicidade, até que no dia 13 de julho do ano passado voltei a morar aqui no Rio de Janeiro, e chegando aqui, os problemas começaram, problemas que me tiraram o sono, eu pesava 103kg já não era bem comigo mesmo por causa do meu excesso de peso, e com esses problemas eu não dormia, não comia e comecei a emagrecer, fiquei 1 semana trancado dentro do meu quarto , não ia nem na varanda, so no meu quarto, no computador dia e noite, comecei a tomar remédios para dormir, pois passava noites em claro, vivi uns 4 meses assim, sofrendo, passando por todas essas provações, fiquei amargurado, tratava todo mundo mal, comecei a ter odio pelas pessoas, por causa do mal que me fizeram. E hoje estou com 89 quilos, mas enquanto eu estava passando por todo esse processo eu ainda não tinha achado a tal felicidade que eu tanto queria.... Procurava, mas não achava, mas até que nas férias de julho desse ano, eu recebo um convite através da Joice me chamando para ir para Colônia de Férias na Marca de Cristo, como eu estava de férias sem nenhum compromisso escolar, resolvi aceitar, fui um dia para ver como era. Um lugar simples, mas que conquistou meu coração, sai de lá no primeiro dia louco para já ir no outro dia, e assim fui indo... Até o fim da colônia de férias. Ai pensando que tudo aquilo iria acabar por ali, me chamaram para ir a um culto deles, com a intenção de revê-los eu fui. Chegando lá o culto como sempre, me tocou muito, e me conquistou muito mais do que já tinha conquistado, eu já frequentava outra igreja, mas não tinha o que tem na Marca, comecei a ir um dia, depois outro, depois mais outro, e quando eu vi já estava lá, já fazia parte da rede de jovens de lá, aí fui conhecendo mais das pessoas que tinham lá. Ai no dia 2 de agosto teve o "Encontrinho jovem" eu fui nele só para ver como seria, chegando lá tive meu primeiro contado com o Espírito Santo, fiquei encantado, pois nunca tinha tido este contato, essa experiência sobrenatural com Deus. Saí de lá diferente, um dia que me mudou e muito... Logo depois nos dias 16,17, e 18 de agosto teve o "ENCONTRO COM DEUS" 3 dias , que mudaram toda minha história. Achei que não estava preparado para ir ao encontro, mas resolvi ir assim mesmo, e lá descobrir que se você esperar se preparar para ir você nunca vai. Nesses 3 dias, vivi coisas inexplicáveis, que valeram e MUITO a pena eu ter ido.. Voltando desse ENCONTRO COM DEUS , eu me fortaleci muito espiritualmente, eu comecei a querer mais e mais desse Deus, pois eu mesmo sem perceber eu já estava começando a descobrir a tão sonhada FELICIDADE... No dia 22 de setembro foi o dia do meu Batismo, um dia muito especial, que ficou muito mais especial porque estava rodeado desses novos amigos ou melhor IRMÃOS EM CRISTO que ganhei na Marca de Cristo . HOJE , eu estou com problemas, os mesmos de antes, mas HOJE também, estou congregando numa igreja que cujo o nome MARCA mesmo nossas vidas, faço parte do ministério de teatro, da rede de jovens, da equipe do som, do Coral, e o principal faço parte do Povo de Deus, mas tudo isso é somente para engrandecer o nome do Senhor... Tudo isso é dEle, para Ele , e por Ele. Como eu disse, eu estou com o mesmo problema de antes, aquele mesmo problema que me causou tanto mal  a uns meses atrás, mas hoje eu DESCOBRI a tal FELICIDADE que tanto procurei. Hoje percebi o quanto sou feliz, tenho um motivo para sorrir em meio a tanta luta, esse motivo se chama JESUS! Unicamente Ele! Só tenho a agradecer a Deus por tudo isso, por ter me quebrado e estar me moldando a cada dia, conforme a vontade dEle. HOJE sou feliz, não tenho tudo o que quero, mas tenho tudo o que eu preciso, aprendi a perdoar, a amar.. HOJE estou diferente, pois Cristo passou uma borracha no velho Luan. Como diz muito uma música que toca muito na MARCA DE CRISTO, "EU SOU NOVA CRIATURA ♪♪" Então é isso, um pouquinho da minha história que está apenas começando, só para dizer que eu não sou perfeito, que eu tenho muitos problemas , e são muitos, mas maior do que isso tudo é o MEU DEUS, o NOSSO DEUS. Então assim como Ele mudou meu viver, Ele pode mudar o seu... Eu sou uma prova do amor de Deus. Ele nos amou tanto que morreu por nós numa cruz, sofreu por não ter feito nada. Sofreu somente por te amar, por me amar, por nos amar... Ai eu te pergunto! -Isso é ou não é , motivo para ser Feliz??
Obrigado a todos que leram, peço desculpas pelo imenso texto! rs
POR FAVOR LEIA... 

Minha intenção nunca foi ser perfeito, durante toda minha vida só busquei a tentativa de ser feliz... Já morei em vários lugares, já estudei em mais de 10 escolas, conheci muitas pessoas, mas não podia criar laços pois sempre tinha que me despedir delas, sempre tinha que dizer adeus, afinal durante 16 anos morei em 7 lugares diferentes.Como disse, sempre busquei a felicidade, até que no dia 13 de julho do ano passado voltei a morar aqui no Rio de Janeiro, e chegando aqui, os problemas começaram, problemas que me tiraram o sono, eu pesava 103kg já não era bem comigo mesmo por causa do meu excesso de peso, e com esses problemas eu não dormia, não comia e comecei a emagrecer, fiquei 1 semana trancado dentro do meu quarto , não ia nem na varanda, so no meu quarto, no computador dia e noite, comecei a tomar remédios para dormir, pois passava noites em claro, vivi uns 4 meses assim, sofrendo, passando por todas essas provações, fiquei amargurado, tratava todo mundo mal, comecei a ter odio pelas pessoas, por causa do mal que me fizeram. E hoje estou com 89 quilos, mas enquanto eu estava passando por todo esse processo eu ainda não tinha achado a tal felicidade que eu tanto queria.... Procurava, mas não achava, mas até que nas férias de julho desse ano, eu recebo um convite através da Joice me chamando para ir para Colônia de Férias na Marca de Cristo, como eu estava de férias sem nenhum compromisso escolar, resolvi aceitar, fui um dia para ver como era. Um lugar simples, mas que conquistou meu coração, sai de lá no primeiro dia louco para já ir no outro dia, e assim fui indo... Até o fim da colônia de férias. Ai pensando que tudo aquilo iria acabar por ali, me chamaram para ir a um culto deles, com a intenção de revê-los eu fui. Chegando lá o culto como sempre, me tocou muito, e me conquistou muito mais do que já tinha conquistado, eu já frequentava outra igreja, mas não tinha o que tem na Marca, comecei a ir um dia, depois outro, depois mais outro, e quando eu vi já estava lá, já fazia parte da rede de jovens de lá, aí fui conhecendo mais das pessoas que tinham lá. Ai no dia 2 de agosto teve o "Encontrinho jovem" eu fui nele só para ver como seria, chegando lá tive meu primeiro contado com o Espírito Santo, fiquei encantado, pois nunca tinha tido este contato, essa experiência sobrenatural com Deus. Saí de lá diferente, um dia que me mudou e muito... Logo depois nos dias 16,17, e 18 de agosto teve o "ENCONTRO COM DEUS" 3 dias , que mudaram toda minha história. Achei que não estava preparado para ir ao encontro, mas resolvi ir assim mesmo, e lá descobrir que se você esperar se preparar para ir você nunca vai. Nesses 3 dias, vivi coisas inexplicáveis, que valeram e MUITO a pena eu ter ido.. Voltando desse ENCONTRO COM DEUS , eu me fortaleci muito espiritualmente, eu comecei a querer mais e mais desse Deus, pois eu mesmo sem perceber eu já estava começando a descobrir a tão sonhada FELICIDADE... No dia 22 de setembro foi o dia do meu Batismo, um dia muito especial, que ficou muito mais especial porque estava rodeado desses novos amigos ou melhor IRMÃOS EM CRISTO que ganhei na @[1363202122:2048:Marca de Cristo] . HOJE , eu estou com problemas, os mesmos de antes, mas HOJE também, estou congregando numa igreja que cujo o nome MARCA mesmo nossas vidas, faço parte do ministério de teatro, da rede de jovens, da equipe do som, do Coral, e o principal faço parte do Povo de Deus, mas tudo isso é somente para engrandecer o nome do Senhor... Tudo isso é dEle, para Ele , e por Ele. Como eu disse, eu estou com o mesmo problema de antes, aquele mesmo problema que me causou tanto mal a uns meses atrás, mas hoje eu DESCOBRI a tal FELICIDADE que tanto procurei. Hoje percebi o quanto sou feliz, tenho um motivo para sorrir em meio a tanta luta, esse motivo se chama JESUS! Unicamente Ele! Só tenho a agradecer a Deus por tudo isso, por ter me quebrado e estar me moldando a cada dia, conforme a vontade dEle. HOJE sou feliz, não tenho tudo o que quero, mas tenho tudo o que eu preciso, aprendi a perdoar, a amar.. HOJE estou diferente, pois Cristo passou uma borracha no velho Luan. Como diz muito uma música que toca muito na MARCA DE CRISTO, "EU SOU NOVA CRIATURA ♪♪" Então é isso, um pouquinho da minha história que está apenas começando, só para dizer que eu não sou perfeito, que eu tenho muitos problemas , e são muitos, mas maior do que isso tudo é o MEU DEUS, o NOSSO DEUS. Então assim como Ele mudou meu viver, Ele pode mudar o seu... Eu sou uma prova do amor de Deus. Ele nos amou tanto que morreu por nós numa cruz, sofreu por não ter feito nada. Sofreu somente por te amar, por me amar, por nos amar... Ai eu te pergunto! -Isso é ou não é , motivo para ser Feliz?? Obrigado a todos que leram, peço desculpas pelo imenso texto! rs

MACONHA E OS MITOS

MACONHA E OS MITOS

Na literatura científica, a canábis possui várias denominações, que correspondem às diferentes formas de preparo da canábis, entre as quais destacam-se: haxixe ou hasheesh, fumo da Angola, hemp, ganja, dagga, sinsemilla, bhang ou bangue, kanaba, chasra, hash oil e maconha ou marijuana sendo essa última a mistura de várias partes da planta, principalmente as florescências, as sementes, os talos e as folhas das partes superiores, que são preparadas e secadas, sendo esta a preparação de maior consumo nos países ocidentais.

Em 1753, o botânico sueco Carolus Linnaeus denominou o termo científico cannabis sativa para a maconha. No início do século passado passou a ser considerada um problema social, sendo banida legalmente na década de 30. Naquela época, a canábis era considerada uma "droga perigosa" (conhecida como assassina da juventude), capaz de induzir comportamentos violentos e promíscuos entre os usuários. Por conta disso seu uso clínico declinou lentamente, já que os pesquisadores não conseguiram isolar seus princípios ativos.

ESTRUTURA QUÍMICA

A Cannabis Sativa contém aproximadamente 400 substâncias químicas entre as quais destacam-se pelo menos 60 alcalóides conhecidos como "canabinóides", que são os responsáveis pelos seus efeitos psíquicos.

Os canabinóides possuem elevada lipossolubidade, ficando facilmente preso no revestimento surfactante dos pulmões, quando é fumado, acumulando-se principalmente nos órgãos com os níveis de gordura mas elevados como o cérebro, testículos e tecido adiposo.

EXCREÇÃO

As principais formas de excreção são a urina, a bile, o leite materno e as fezes, podendo estender-se de 3 a 7 dias. Nos usuários crônicos, a sua eliminação total pode levar até 30 dias.

A VERDADE

O uso de altas doses de maconha pode induzir delírios, alucinações, delírios paranóides, ansiedade, ataques de pânico e bad trips semelhantes aos induzidos por outras drogas como o LSD.

ALTERAÇÕES PSICOLÓGICAS

Euforia, risos imotivados, erros no cálculo de distâncias, lentificação da percepção do tempo, alucinações visuais, isolamento social, irritabilidade, depressão, despersonalização, aumento do apetite, letargia, excitação psicomotora, ataques de pânico, prejuízo no julgamento, diminuição da concentração e da aprendizagem, delírios, disforia, pensamento vago, déficit de atenção e ilusões auditivas, olfativas e gustativas. São alguns dos efeitos que o uso continuado dessa substância pode causar, é claro que isso vai variar de indivíduo para indivíduo.

ALTERAÇÕES COGNITIVAS

Alterações da coordenação motora e cognitivas (prejuízo da memória recente, da capacidade de estimar a velocidade mais adequada em uma rampa de saída ou da capacidade de calcular a velocidade de um veículo se aproximando). Em atividades onde bons reflexos e rápido julgamento são fundamentais, os usuários são prejudicados e sendo assim a cannabis a grande causadora de acidentes de trânsito, trabalho e domésticos.

ALTERAÇÕES FISIOLÓGICAS

Diminuição da acuidade auditiva, aumento a da acuidade visual, aumento do peso corporal (possivelmente associados à maior retenção hídrica), aumento da fome, a dilatação das vias aéreas, a tontura, a taquicardia. Em indivíduos com antecedentes cardíacos podem apresentar complicações graves como por exemplo arritmias cardíacas.

Entre os efeitos sexuais para usuários que consomem 10 ou mais cigarros por semana são: diminuição na produção de hormônios sexuais e reprodutivos femininos; alterações na espermatogênese, caracterizado pela presença de espermatozoides com aparência anormal e motilidade diminuída; divisões celulares anormais; diminuição dos níveis sanguíneos de testosterona; recém nascidos de baixo peso, devido à hipóxia fetal nas mulheres grávidas que consomem maconha; diminuição da libido; retardo do crescimento fetal intra-uterino, podendo evoluir com parto prolongado, aumento das taxas de mortalidade fetal.

 Existem muitos outros efeitos associados ao uso continuado da canábis. Que serão expostos em outras postagem. Agora não vale dizer que não sabiam. O uso medicinal hoje é uma realidade e respeitamos quem realmente precisa e se beneficia da mesmo.

 A pergunta é: Você tá usando para que?
Foto: MACONHA E OS MITOS

Na literatura científica, a canábis possui várias denominações, que correspondem às diferentes formas de preparo da canábis, entre as quais destacam-se: haxixe ou hasheesh, fumo da Angola, hemp, ganja, dagga, sinsemilla, bhang ou bangue, kanaba, chasra, hash oil e maconha ou marijuana sendo essa última a mistura de várias partes da planta, principalmente as florescências, as sementes, os talos e as folhas das partes superiores, que são preparadas e secadas, sendo esta a preparação de maior consumo nos países ocidentais. 

Em 1753, o botânico sueco Carolus Linnaeus denominou o termo científico cannabis sativa para a maconha. No início do século passado passou a ser considerada um problema social, sendo banida legalmente na década de 30. Naquela época, a canábis era considerada uma "droga perigosa" (conhecida como assassina da juventude), capaz de induzir comportamentos violentos e promíscuos entre os usuários. Por conta disso seu uso clínico declinou lentamente, já que os pesquisadores não conseguiram isolar seus princípios ativos.

ESTRUTURA QUÍMICA

A Cannabis Sativa contém aproximadamente 400 substâncias químicas entre as quais destacam-se pelo menos 60 alcalóides conhecidos como "canabinóides", que são os responsáveis pelos seus efeitos psíquicos.

Os canabinóides possuem elevada lipossolubidade, ficando facilmente preso no revestimento surfactante dos pulmões, quando é fumado, acumulando-se principalmente nos órgãos com os níveis de gordura mas elevados como o cérebro, testículos e tecido adiposo. 

EXCREÇÃO

As principais formas de excreção são a urina, a bile, o leite materno e as fezes, podendo estender-se de 3 a 7 dias. Nos usuários crônicos, a sua eliminação total pode levar até 30 dias. 

A VERDADE

O uso de altas doses de maconha pode induzir delírios, alucinações, delírios paranóides, ansiedade, ataques de pânico e bad trips semelhantes aos induzidos por outras drogas como o LSD.

ALTERAÇÕES PSICOLÓGICAS

Euforia, risos imotivados, erros no cálculo de distâncias, lentificação da percepção do tempo, alucinações visuais, isolamento social, irritabilidade, depressão, despersonalização, aumento do apetite, letargia, excitação psicomotora, ataques de pânico, prejuízo no julgamento, diminuição da concentração e da aprendizagem, delírios, disforia, pensamento vago, déficit de atenção e ilusões auditivas, olfativas e gustativas. São alguns dos efeitos que o uso continuado dessa substância pode causar, é claro que isso vai variar de indivíduo para indivíduo. 

ALTERAÇÕES COGNITIVAS

Alterações da coordenação motora e cognitivas (prejuízo da memória recente, da capacidade de estimar a velocidade mais adequada em uma rampa de saída ou da capacidade de calcular a velocidade de um veículo se aproximando). Em atividades onde bons reflexos e rápido julgamento são fundamentais, os usuários são prejudicados e sendo assim a cannabis a grande causadora de acidentes de trânsito, trabalho e domésticos.

ALTERAÇÕES FISIOLÓGICAS

Diminuição da acuidade auditiva, aumento a da acuidade visual, aumento do peso corporal (possivelmente associados à maior retenção hídrica), aumento da fome, a dilatação das vias aéreas, a tontura, a taquicardia. Em indivíduos com antecedentes cardíacos podem apresentar complicações graves como por exemplo arritmias cardíacas. 

Entre os efeitos sexuais para usuários que consomem 10 ou mais cigarros por semana são: diminuição na produção de hormônios sexuais e reprodutivos femininos; alterações na espermatogênese, caracterizado pela presença de espermatozoides com aparência anormal e motilidade diminuída; divisões celulares anormais; diminuição dos níveis sanguíneos de testosterona; recém nascidos de baixo peso, devido à hipóxia fetal nas mulheres grávidas que consomem maconha; diminuição da libido; retardo do crescimento fetal intra-uterino, podendo evoluir com parto prolongado, aumento das taxas de mortalidade fetal. 

Isso é só o começo das informações que queremos passar aos nossos leitores. Existem muitos outros efeitos associados ao uso continuado da canábis. Que serão expostos em outras postagem. Agora não vale dizer que não sabiam. O uso medicinal hoje é uma realidade e respeitamos quem realmente precisa e se beneficia da mesmo. A pergunta é: Você tá usando para que?

USAR DROGAS , UMA QUESTÃO DE ELCOLHA

Usar DROGAS: uma questão de escolha!

Não podemos controlar o monstro chamado adicção! E quando toda a autossuficiência e auto engano acabarem caindo por terra, o adicto se renderá e pensará: talvez realmente eu precise de ajuda. E, mesmo que, naquele momento, não admita completamente a sua derrota, somente pelo fato de perceber que algo de muito errado está destruindo a sua vida e rasgando ao meio as suas relações já será um bom começo. Se um adicto, ao usar a cabeça conseguir fazer essa interligação, associando uma coisa a outra, terá um insight de que droga é realmente uma furada, então, existirá uma grande possibilidade de recuperação.
Aquela pessoa que tem predisposição orgânica a obsessão e compulsão precisa saber que nunca irá usar drogas controladamente e quanto mais relutar em aceitar este fato, mais sofrerá.
Graças à falsa ideia de “controle” da doença da adicção, muitos adictos se perderam ao longo do caminho e outros morreram de diversas maneiras inimagináveis. Outros, sabiamente, se renderam e admitiram que não tinham condições de usar drogas
e viver com o mínimo de dignidade. E, ao fazerem isso, encontraram, enquanto havia tempo, o caminho para a recuperação e para a liberdade.
Quem não se render perceberá, na própria pele, que a sua vida se transformará em um inferno, por causa do uso de drogas e da adicção. Às vezes, somente uma explosão nuclear interna, poderá mudar, de maneira drástica, o rumo da nossa história. Mas, será que precisamos mesmo cavar mais fundo do que já cavamos para admitir que estamos caminhando para beira de um abismo? Ou podemos admitir a nossa impossibilidade de controlar o uso, nos aliviando e colocando enfim um ponto final neste caso agonizador de desamor com as drogas?
Observando claramente que, ao ficarmos limpos, poderemos viver o começo de uma nova era, dando um novo sentido à nossa existência.
Usar drogas é sempre a mesma história, o mesmo filme de terror. Então, se sabemos tudo que irá acontecer a partir da primeira dose, porque não evitá-la? Isto nos pouparia muitos problemas, economizaria tempo, dinheiro, desgaste físico, mental, emocional e falência espiritual. Já chega de cometer os mesmos erros, esperando resultados diferentes.
O que estou tentando dizer é que existe uma vida legal para ser vivida. Uma vida cheia de coisas novas, uma extensa lista de possibilidades e mil e uma alternativas. Mas, a pessoa tem que se dar a oportunidade de vivenciar o que de bom, ela lhe oferece, vislumbrando o novo que vem pela frente, sem medo, porque é possível resgatar a dignidade perdida.
Darléa Zacharias
(Trecho do livro Inimigo Oculto foco, força e fé)
 — 
Foto: Usar DROGAS: uma questão de escolha!

Não podemos controlar o monstro chamado adicção! E quando toda a autossuficiência e autoengano acabarem caindo por terra, o adicto se renderá e pensará: talvez realmente eu precise de ajuda. E, mesmo que, naquele momento, não admita completamente a sua derrota, somente pelo fato de perceber que algo de muito errado está destruindo a sua vida e rasgando ao meio as suas relações já será um bom começo. Se um adicto, ao usar a cabeça conseguir fazer essa interligação, associando uma coisa a outra, terá um insight de que droga é realmente uma furada, então, existirá uma grande possibilidade de recuperação.
Aquela pessoa que tem predisposição orgânica a obsessão e compulsão precisa saber que nunca irá usar drogas controladamente e quanto mais relutar em aceitar este fato, mais sofrerá.
Graças à falsa ideia de “controle” da doença da adicção, muitos adictos se perderam ao longo do caminho e outros morreram de diversas maneiras inimagináveis. Outros, sabiamente, se renderam e admitiram que não tinham condições de usar drogas
e viver com o mínimo de dignidade. E, ao fazerem isso, encontraram, enquanto havia tempo, o caminho para a recuperação e para a liberdade.
Quem não se render perceberá, na própria pele, que a sua vida se transformará em um inferno, por causa do uso de drogas e da adicção. Às vezes, somente uma explosão nuclear interna, poderá mudar, de maneira drástica, o rumo da nossa história. Mas, será que precisamos mesmo cavar mais fundo do que já cavamos para admitir que estamos caminhando para beira de um abismo? Ou podemos admitir a nossa impossibilidade de controlar o uso, nos aliviando e colocando enfim um ponto final neste caso agonizador de desamor com as drogas?
Observando claramente que, ao ficarmos limpos, poderemos viver o começo de uma nova era, dando um novo sentido à nossa existência.
Usar drogas é sempre a mesma história, o mesmo filme de terror. Então, se sabemos tudo que irá acontecer a partir da primeira dose, porque não evitá-la? Isto nos pouparia muitos problemas, economizaria tempo, dinheiro, desgaste físico, mental, emocional e falência espiritual. Já chega de cometer os mesmos erros, esperando resultados diferentes.
O que estou tentando dizer é que existe uma vida legal para ser vivida. Uma vida cheia de coisas novas, uma extensa lista de possibilidades e mil e uma alternativas. Mas, a pessoa tem que se dar a oportunidade de vivenciar o que de bom, ela lhe oferece, vislumbrando o novo que vem pela frente, sem medo, porque é possível resgatar a dignidade perdida.
Darléa Zacharias
(Trecho do livro Inimigo Oculto foco, força e fé)

USO DE DROGAS EM CASA, COMO AJUDAR ?




ABUSO DE DROGAS E ÁLCOOL EM CASA
COMO AJUDAR?

"...e o pobre do doente é chamado de mentiroso"

É assim mesmo que podemos começar uma nova conversa sobre a Dependência Química e o adoecimento do familiar.
Nós e aquelas pessoas que estão do outro lado da compulsão pelas drogas, sofremos, nos desesperamos, fazemos barganhas,promessas,acordos...perdemos a capacidade de sermos felizes, de ter esperanças...

Nós que podemos dividir de forma rápida todas as emoções que acompanham a dor de não conseguir ajudar alguém que amamos muito, nem sempre temos a informação correta de qual é nosso verdadeiro papel diante desta dor.

É muito difícil aceitar que não podemos modificar a vida de quem amamos. Quantas vezes tentamos buscar uma solução:
se eu brigasse mais, se eu amasse mais, se eu não desse aquilo, se eu tivesse dado aquilo, se eu tivesse pago, se eu não tivesse pago.

Nossa vidas passam a ter a prioridade de "acabar com esse problema".
E parece que a doença fica soberana: perdemos compromisso, vida social,auto estima, humor, amigos... deprimimos, brigamos, descontrolamos, fingimos que nada aconteceu... e não há retorno!!!
E vem o cansaço, a mágoa, a frustração, a raiva, o ressentimento...
UFA!!! Quanta energia desperdiçada na tentativa de controlar uma doença por valores pessoais.
Se ele (a) me ama vai para de beber!!!
Se eu o (a) compreender ele (a) vai parar de se drogar!!
E é dessa armadilha que precisamos nos desvencilhar: uma pessoa doente não pode se tornar uma presa para nossas próprias metas:
eu vou conseguir ajudá-lo,vocês vão ver.
Eu vou dar outra chance e vou provar que ele precisa de apoio,
eu acredito quando ele pede uma nova chance,
eu
eu...

E aí, o doente que não tem nenhuma possibilidade de se comprometer com qualquer acordo que seja feito com afeto ou boa intenção, é chamado de mentiroso quando não cumpre suas promessas.
E aí, as tentativas de controlar o que não se controla vão fazendo a doença crescer. Somos como familiares apenas a sombra imediata disto tudo. Oprimidos,reprimidos e deprimidos.

Não basta sofrer, tem que se aprender a ajudar.
Como familiar, procure o seu espaço de tratamento. Procure o grupo onde você possa partilhar todos os seus sentimentos. Procure um espaço onde, além de conforto, a partilha traga conhecimento e auto conhecimento: conhecimento da doença que entrou na família e conhecimento da sua maneira de funcionar diante da crise.

Acredite: enquanto um familiar tenta manter o controle da doença do outro o mais provável é que ele não precise parar de se drogar.

FAÇA A ENTREGA: PROCURE AJUDA! BUSQUE PRIMEIRO O SEU ESPAÇO DE TRATAMENTO FAMILIAR.

Angela Hoffmann
Terapeuta especializada em Terapia Familiar e
Dependência Química

Substancias químicas afetam a família .



COMO O ABUSO DE SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS
AFETA A FAMÍLIA

Família, nesse contexto, tem que ser considerada qualquer pessoa que conviva diretamente com um adicto: mãe, esposa, filho, vizinho, grande amigo, chefe, etc, ...

Ao seu redor, o adicto tem um grupo de pessoas com quem convive intimamente e que vai lhe dando suporte financeiro, emocional, psicológico, com a esperança de que as coisas mudem. Por um tempo, pensam em não precisas de nenhum retorno. Estar perto de uma pessoa que precisa de ajuda não é uma má ideia. Então, qual o motivo de olharmos para o comportamento dos familiares?

O abuso de substâncias é um doença que ataca populações de forma aleatória. Não é o resultado de falta de força de vontade ou de valores morais. É uma doença progressiva, destrutiva, que pode resultar em morte ou danos físicos e mentais irreversíveis. Enquanto a obsessão pela droga vai aumentando, os familiares aumentam sua disponibilidade, aumentam sua carga de trabalho para compensar tudo o que começa a faltar.

A família vai se adaptando à uma situação onde tudo precisa ser resolvido; quanto maior a ausência de responsabilidade do adicto, maior a necessidade de compensar seu comportamento. Sempre com esperança, sempre se esforçando para que as promessas após as crises de que "não acontecerá mais" se concretizem, os familiares vão acumulando fracassos, desesperos, cansaço, abrindo mão de suas vidas sem perceber que nada está conseguindo ajudar ou modificar o problema.

- Como deixar as tarefas e compromissos do adicto se acumularem sem ansiedade?
- Abrir mão, no mínimo, do seu prazer, para ser o que se espera de quem ama.
- Como é difícil, quase impossível, viver com um mínimo de tranquilidade correndo o risco de perder uma pessoa amada.

Tentar manejar situações de caos é uma resposta saudável.Quando na nossa vida as situações ficam desconfortáveis, a habilidade para restaurar a ordem é necessária.
No entanto, quando esta habilidade está focada nos danos da adicção, a dedicação para resolver o caos, controlar os sintomas e os os efeitos do comportamento do adicto, nunca atinge o objetivo primário: fazer com que o outro pare de se drogar.
Admitir que todos os esforços não estão impedindo a evolução da doença é o primeiro passo.

Admitir que o amor, a dedicação, a conversa,a disponibilidade,a ajuda material e emocional não foram motivos para o outro parar de se drogar é a realidade .
Quando a família entende que o esforço para controlar a situação não surtiu efeito,está na hora de admitir que a doença da adicção é diferente de todas as outras situações de caos vividas na família.Quanto mais se gasta energia resolvendo os problemas do adicto,menos ele se compromete com qualquer mudança de comportamento.

- Será que, a longo prazo, as tentativas de cuidar da vida do outro não conseguem aumentar o seu uso de drogas?
Quem paga as contas ? Quem mente para o chefe quando ele não vai trabalhar? Quem compra e/ou faz a comida?
Infelizmente, tudo que a família faz para a a vida do adicto funcione, também mantem seu uso de drogas em pleno funcionamento.

Como parar de ajudar a doença ?

Em curto prazo, ir lidando com a adicção e pensando aguentar a viver se dedicando a tentar resolver todos os problemas,é um estilo de vida que acontece pela necessidade de estar sempre acreditando que o esforço vai funcionar.
Com o passar do tempo, o mesmo medo de perder o adicto para as drogas permanece. A doença permanece e os problemas permanecem. A doença aumenta e os problemas aumentam. O cansaço, a desesperança, a angústia, a falta de saúde da família também aumentam.

Então, não é só o adicto que precisa de ajuda,a família também precisa, talvez até muito mais de ajuda.
Por enquanto, deixar a ideia de que a família precisa reconhecer seu papel numa doença que afeta todos que vivem junto à ela,é o objetivo desse pequeno artigo.
Vamos dar continuidade falando do programa de tratamento para os familiares e recomendando que os grupos de mútua ajuda sejam procurados. Buscar ajuda, compreensão da doença,ouvir depoimentos de outras famílias que sofrem que estão com ferramentas para lidar com o adicto que também sofre,é o primeiro passo para, no mínimo, se ter a possibilidade de vencer essa batalha.
O abuso de substâncias ou dependência química é uma doença de toda a família.
E, acreditem:uma família em tratamento tem estatisticamente,mais chance de ajudar seu adicto a entrar em tratamento.

Angela Hoffmann

Mais de 30 mil jovens experimentaram drogas

Mais de 30 mil jovens experimentaram drogas no ano passado18 Outubro 2012
Fonte: Expresso
Inquérito Nacional em Meio Escolar hoje apresentado revela que, em 2011, o consumo do tabaco voltou a subir. Há mais jovens a beber também, e a cannabis a dominar no capítulo das drogas.
Dados de 2011 revelam que o consumo de bebidas alcoólicas, de droga e de tabaco têm vindo a aumentar nas escolas públicas. Os resultados do mais recente Inquérito Nacional em Meio Escolar foram divulgados hoje e permitem concluir também que - particularmente ao nível do ensino secundário - as assimetrias geográficas anteriormente identificadas têm-se esbatido na última década.
Considerando o 3º ciclo, e em relação ao consumo recente de bebidas alcoólicas (últimos 12 meses), há a registar um aumento de consumo de todos os tipos de bebida. As respostas dos alunos indicam, no entanto, uma descida na percentagem dos que se embriagaram - 7% em 2011, o que equivale a 23 mil alunos.
Quanto ao consumo de tabaco, após um período de clara descida, verifica-se agora uma nova subida. Em números, 292 mil alunos (28%) admitiram ter fumado nos últimos 12 meses, número que desce para os 60 mil quando considerados os consumos atuais (últimos 30 dias).
Quanto ao consumo de drogas, "ocorreu um aumento da experimentação", que se situa nos 10% (cerca de 33 mil alunos). A cannabis é claramente a droga dominante, experimentada por 9% dos alunos.
Muitos não sabem que consumo de droga é ilegal
Num outro plano, 53% dos alunos do 3º ciclo sabem que o consumo de drogas é proibido - 10% estão convencidos de que o consumo é legalmente permitido, enquanto 11% admitem não saber responder. Já entre os alunos do secundário, 47% sabem que a droga é proibida, contra 13% que julgam o contrário e 7% que confessa não saber que resposta dar. 33% julgam que a proibição depende do tipo de droga ou da quantidade.
Ainda em relação aos alunos do secundário e em relação à evolução dos consumos atuais (nos 30 dias anteriores ao preenchimento do inquérito), "são de destacar os aumentos contínuos e relevantes, das prevalências de consumo de todas as bebidas alcoólicas. Metade dos alunos bebeu cerveja ou bebidas destiladas e um quinto embriagou-se (cerca de 50 mil).
Os consumos de droga revelam o aumento da experimentação, que "depois de uma descida, voltou a atingir os valores de 2001". A cannabis volta a ser a droga mais consumida - em 2011, 28% dos alunos do secundário já a tinham experimentado.
Tendência "não é boa"
Para Margarida Gaspar de Matos, professora da Universidade Técnica de Lisboa e coordenadora do estudo nacional HBSC/OMS (Health Behaviour in School-aged Children, da Organização Mundial de Saúde), os dados revelam mudanças que "não são catastróficas", mas que revelam uma tendência que está longe de "ser boa".
Convidada a comentar os resultados do Inquérito, o que fez também para o Expresso, a docente destaca o esbatimento das diferenças entre as diversas regiões (embora refira o Alentejo como uma zona, sempre, particularmente preocupante) e também "uma certa igualização dos géneros, com as meninas a acompanhar os rapazes no que aos consumos diz respeito".
Margarida Gaspar de Matos confessa que estava "até à espera de dados que mostrassem uma situação mais grave". O momento no país favorece as condições para que este tipo de consumos floresça, justifica, embora não deixe de salientar que são tendências comuns à generalidade dos outros países, "sobretudo no que diz respeito à cannabis".
Sobre "o que fazer" com estes resultados, a também psicóloga destaca a necessidade de "Portugal crescer como país, tomando medidas sustentadas que sejam transversais aos governos e apostem num sentido determinado". "Se algo prova este estudo é que os consumos refletem o bem-estar ou o mal estar das sociedades e é preciso trabalhar mais depressa", diz. Não se pode deixar de investir nestas áreas, para que que não se perca o bom caminho, conclui.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Estudos realizados em gêmeos idênticos prova que o homossexualismo não é genético

Oito grandes estudos realizados em gêmeos idênticos na Áustria, nos Estados Unidos e na Escandinávia durante as últimas duas décadas chegam todos a uma mesma conclusão: os gays não nascem assim.
“Na melhor das hipóteses, a genética é um fator menor”, diz o Dr. Neil Whitehead, PhD. Whitehead trabalhou para o governo da Nova Zelândia como um pesquisador científico durante 24 anos, e então passou quatro anos trabalhando para as Nações Unidas e para a Agência Internacional de Energia Atômica. Atualmente ele trabalha em universidades japonesas como um consultor sobre os efeitos da exposição à radiação. Ele possui PhD em bioquímica e estatística.
Gêmeos idênticos possuem os mesmos genes ou o mesmo DNA. Desenvolvem-se no ventre materno em condições pré-natais iguais. Se a homossexualidade é causada por condições genéticas ou pré-natais e um dos gêmeos é gay, então o seu irmão também deveria ser gay.
“Como eles possuem o DNA idêntico, [a taxa de casos em que ambos os gêmeos são gays] deveria ser de 100%”, observa o Dr. Whitehead. Mas os estudos revelam algo diferente. “Se um gêmeo idêntico apresenta atração por pessoas de mesmo sexo, as chances de que seu irmão também apresente são de aproximadamente 11% para homens e 14% para mulheres.”
Como os gêmeos idênticos são sempre geneticamente idênticos, a homossexualidade não pode ser geneticamente ditada. “Ninguém nasce gay”, ele observa. “Os fatores predominantes que criam a homossexualidade em um gêmeo idêntico mas não criam no outro têm que ser causados após o nascimento.”
O Dr. Whitehead acredita que a atração pelo mesmo sexo é causada por “fatores não compartilhados”, coisas que acontecem com um dos gêmeos mas que não acontecem com o outro, ou alguma resposta pessoal a um evento dada por um dos gêmeos mas não dada pelo outro.
Por exemplo, um dos gêmeos pode ter sido exposto a pornografia ou abuso sexual, mas o outro não. Um gêmeo pode se comportar ou responder de uma maneira diferente aos ambientes familiares e escolares do que o outro.  “Essas respostas individuais e idiossincráticas a eventos aleatórios e a fatores ambientais comuns predominam”, ele diz.
O primeiro estudo grande e confiável com gêmeos idênticos foi conduzido em 1991 na Austrália, seguido por um grande estudo nos Estados Unidos em 1997. Depois a Austrália e os Estados Unidos conduziram mais estudos com gêmeos nos anos 2000, seguidos por vários estudos na Escandinávia, de acordo com o Dr. Whitehead.
“Os registros de gêmeos são a base para os estudos mais recentes. Atualmente estes registros são grandes e eles existem em muitos países. Está sendo organizado um registro europeu gigante, com uma projeção de 600.000 membros, mas um dos maiores registros em uso atualmente se encontra na Austrália, com mais de 25.000 gêmeos em sua base de dados.”
Um estudo significativo com gêmeos adolescentes, mostra uma correlação genética ainda mais fraca. Em 2002, Bearman e Brueckman estudaram dezenas de milhares de estudantes adolescentes nos Estados Unidos. A de 5,3% para as garotas – abaixo dos 11% e dos 14% apresentados no estudo australiano de Bailey et al concordância na atração pelo mesmo sexo entre os gêmeos idênticos era de apenas 7,7% para os garotos e 
O Dr. Whitehead têm ficado impressionado por quão fluida e mutável a orientação sexual tem se mostrado noconduzido em 2000.s estudos com gêmeos idênticos.
“Pesquisas acadêmicas neutras mostram uma mudança substancial. Aproximadamente metade da população homossexual/bissexual (em um ambiente não-terapêutico) passa a se tornar heterossexual em algum período de sua vida. Cerca de 3% da população heterossexual atual alguma vez na vida já acreditou firmemente ser homossexual ou bissexual.”
“A orientação sexual não é firmemente estabelecida”, ele observa.
O que é ainda mais impressionante é que a maior parte das mudanças ocorre sem qualquer aconselhamento ou terapia. “Estas mudanças não são induzidas por terapia alguma, mas acontecem ‘naturalmente’ durante a vida, algumas delas muito rapidamente”, nota o Dr. Whitehead. “Muitas mudanças na orientação sexual são para a heterossexualidade exclusiva.”
O número de pessoas que mudaram para uma heterossexualidade exclusiva é maior do que o atual número combinado de bissexuais e homossexuais. Em outras palavras, existem mais ex-gays do que gays.
A fluidez é ainda mais pronunciada entre os adolescentes, como demonstrou o estudo de Bearman e Brueckner. “Eles descobriram que, dentre as pessoas que tiveram uma atração romântica por outra do mesmo sexo dos 16 aos 17 anos de idade, quase todas mudaram de atração um ano depois.”
“Os autores eram pró-gay e eles comentaram que os únicos estáveis eram os heterossexuais, que permaneciam com a mesma orientação sexual ano após ano. Os adolescentes são um caso especial – geralmente mudando sua atração sexual de ano em ano.”
Ainda assim, muitos equívocos persistem na cultura popular. Ou seja, o equívoco de que a homossexualidade é genética – tão estabelecida na identidade de alguém que não pode ser mudada. “Os acadêmicos que trabalham no ramo não estão felizes com a maneira pela qual os meios de comunicação abordam o assunto”, observa o Dr. Whitehead. “Mas eles preferem se manter em sua pesquisa acadêmica e não se envolver no lado ativista.”
Leia mais: http://logosapologetica.com/estudos-realizados-em-gemeos-identicos-prova-que-o-homossexualismo-nao-e-genetico/#ixzz2bt17yBkT

quarta-feira, 24 de julho de 2013

MEC FAZ INCENTIVO SEXO ORAL

Olhem a CAMPANHA do MEC novamente: INCENTIVO SEXO ORAL



PARA REDUZIR GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA, MEC FAZ CAMPANHA DE INCENTIVO AO SEXO ORAL.


"O que é um bola gato?"O Ministério da Educação divulgou na tarde de hoje o material didático referente à campanha “prevenindo a gravidez na adolescência – caia de boca”, que visa reduzir o número de adolescentes grávidas sem planejamento, em todo o país.
Segundo informações obtidas junto à secretaria responsável pela campanha, “é do conhecimento de todos que os jovens estão iniciando a vida sexual cada vez mais cedo. Por isso pensamos em incentivar uma prática saudável alternativa ao sexo convencional, justamente para diminuir os índices de gravidez indesejada nessa faixa etária.”
Uma das ações da campanha é introduzir nas provas do ENEM perguntas sobre o tema, tais como: “o que significa a gíria ‘bola gato’?”
Setores mais conservadores reagiram a proposta e pretendem mover uma ação no Supremo para barrar a campanha.
 Esse petralha  deveria ir para a cadeia. Escreva para o MEC e para Dilma mandar esse ministro para o "olho da rua". No link:  http://defesa-hetero.blogspot.com.br/2013/06/relacao-de-emails-de-ministros-stj-stf.html

EX-NAMORADA DE DILMA ROUSSEFF VAI PEDIR PENSÃO


EX-NAMORADA DE DILMA ROUSSEFF VAI PEDIR PENSÃO


meio_01102010120927

            Veronica Maldonado que namorou com Dilma Rousseff vai exigir pensão na Justiça
A doméstica Verônica Maldonado (foto), afirma que teve um longo romance com a ex-guerrilheira e atual presidente da república, Dilma Rousseff.
Verônica disse que pode provar a relação amorosa com Dilma, por que tem fotos, cartas e outros documentos e por isto vai mover uma ação contra a ex-guerrilheira pedindo o direito à uma pensão mensal, já que, por mais de quinze anos a doméstica deixou de trabalhar e de estudar para se dedicar apenas a vida conjugal com Dilma.
O advogado Celso Langoni Filho, citou o artigo 226 da Constituição, dizendo que a família é um bem da sociedade e que tem proteção especial do estado. A doméstica que amava Dilma foi escanteada logo depois que a guerrilheira foi trabalhar em Brasília.
FONTE ; FOLHADEDONAINES

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Psicólogos querem tratar gays que procuram ajuda .

DEBATE NO SBT: jornalista Paulo Martins fala do direito dos psicólogos tratarem gays que procuram ajuda e também sobre tolerância religiosa.

Neste vídeo, o jornalista Paulo Martins, do SBT, fala do

direito dos psicólogos tratarem gays que procuram

ajuda e também sobre tolerância religiosa.


Não é mudar a orientação sexual da pessoa. É tratar/ajudar o homossexual a voltar o que era, heterossexual. Esta questão de uso de termos no Movimento Gay, começou com Dr. Luiz Mott(fundador da GGB), Regina Facchi e Leo Mendes(da ABGLT) que discutiram em 2004 por emails, que termo usar para definir o ato sexual anormal (sexo entre pessoas de mesmo sexo). Naqueles emails trocados entre os acima, eles deixam claro que resolveram usar a terminologia "ORIENTAÇÃO SEXUAL" exatamente para passar a idéia MENTIROSA de que quem "nasce gay, morre gay". Óbvio, pois todos eles tem sites de venda de produtos que sómente gays usam, e lógicamente, não vão querer perder clientes. .

O uso de jargão utilizados pelos ativistas gays trazem confusão premeditada na mente de muitos.

A tal "cura gay" é uma das falácias do Movimento Gay. Veja como o jornalista da esquerda está com a cabeça feita por eles.

Não se podem usar o termo "cura gay" mas sim a libertação de uma influência sexual adquirida por influencia ou por abuso continuado.

A questão da homossexualidade ter sido retirada do CID 10 (Catálogo Internacional de Doenças) em 1973 foi feita sob pressão das Associações e Ativistas Gays nos EUA. Veja o vídeo contendo a fala do ex-Presidente da APA (Associação dos Psicólogos Americanos), no link: xxxxxx, que denuncia claramente que a retirada da homossexualidade do CID 10 foi um ato politico feito como descrito acima. Porém, mesmo sendo retirada do CID 10, ela continua sendo considerada como "transtorno psicológico" que pode levar o gay que não deseja mais ser homossexual, ao suicídio e a ter sérios transtornos psicológicos.

Oras, mesmo não sendo doença, esta prática não é normal, pois se fizerem uma pesquisa (que nunca fizeram) da real felicidade que tem os praticantes do sexo anal, jogaria por terra todos os argumentos dos ativistas gays, pois a homossexualidade é comportamental e é adquirida por influencia ou por continuado abuso de um outro homossexual. Por isto, que falamos em "libertar" o homossexual desta prática e não em "curá-lo" da homossexualidade, pois envolve a área da alma e do espírito. Veja que no blog http://exgaysfalam.blogspot.com, quase 100% dos homossexuais que foram libertos da homossexualidade, sómente o foram porque se arrependeram de seus pecados, converteram-se a Cristo, passando assim a ter fé e força para vencer os "desejos de sua carne", a homossexualidade.

A grande maioria dos casos de dependentes de drogas, alcoolatras, prostitutas(os) são pesssoas que se lançam nisto por problemas que sofreram na infância e não foram resolvidos, como separação de pais, suicidio de um parente muito querido, maus tratos, xingos, por motivos do pai ou a mãe desejar ter um filho e veio uma filha e vice-versa. A grande maioria dos gays vem de famílias desestruturadas ou de pais ausentes devido a trabalharem muitas horas e as crianças ficarem com terceiros que acabam sendo vulneráveis em todos os seus sentimentos, e mesmo fisicamente.

O psicólogo do Paraná que o jornalista da direita diz, é a Dra. Marisa Lobo. E ele está absolutamente certo em seu ponto de vista.

A Senhora jornalista comete um erro crasso em afirmar, sem fundamentos, que o "homossexual já nasce assim". Isto não tem fundamento cientifico. Pelo contrário já está provado que não existe cromossoma gay. Esta senhora está influenciada pela terminologia e ideologia dos ativistas gays.

O que existe é uma ideologia ditatorial usando o Movimento Gay para destruir a família natural e com isto implantar ditaduras do proletariado. Haja vista, que a grande maioria da esquerda(comunistas) apoiam o movimento gay.

O jornalista da direita usa um exemplo praticamente impossivel aos nossos olhos, porém, consta do livro do escritor cristão Julio Severo, intitulado "Movimento Homossexual", um estudo do comportamento de 2.000 povos, sendo que durante a pesquisa ele descobriu que 55 povos haviam desaparecido completamente por não fazerem diferenciação entre os sexos quando mantinham relações sexuais. Conclusão os 55 povos desapareceram completamente.

Isto concorda com o princípio de que a homossexualidade é sim, um fator de redução demográfico muito forte. Vamos sentir isto no Brasil, daqui uns 20 ou 30 anos no máximo, como a Europa já está sentindo hoje, pois os índices demográficos da Espanha por exemplo é de 1.1 filhos por casal, quando deveria ser de 2.1 para haver crescimento demografico. Outros países como Alemanha com 1.6 filhos por casal abriu as comportas da imigração de povos muçulmanos e já existem hoje bairros completamente muçulmanos que os alemães nem podem passar por eles. Este fato já está ocorrendo com a França e Inglaterra tambem. As igrejas evangelicas e católicas desses países tem sido vendidos para os Islâmicos que as tem transformadas em Mesquitas. Conclusão: A Inglaterra até partido Islâmico tem e a quantidade de cristãos (catolicos e evangelicos) tem reduzido drasticamente a cada ano.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=pgKhDbDMSpg

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Fotos da manifestação evangélica em Brasília

 Foto de Sérgio Lima
Protesto Evangélico em Brasília
João Cruzué 

Cerca de 50 mil crentes se reuniram na tarde de hoje em Brasília, para manifestar sua posição em defesa dos valores da família brasileira. Contra a liberação do aborto, contra pedofilia, contra o casamento de pessoas do mesmo gênero, contra o ativismo gay dentro das escolas de ensino fundamental,  contra o kit gay e contra a aprovação do PLC 122/06.

Estiveram em Brasília:
Pr. Silas Malafaia
Pr. Marcos Feliciano
André Valadão 
Cassiane
Thales
Aline Barros
Pr. Jabes de Alencar
Pr. Manoel Ferreira
Eyshila
Bruna Carla
Nani Azevedo
...
 FOTOS DO EVENTO

André Valadão
crédito: Valter Campanato
Sim ao Brasil
Publicidade do evento
André Valadão
Cobertura do palco
Pastor Silas oranlo do pelo Brasil
crédito: Sergio Lima
  
crédito: Valter Campanato
Pastor Marcos Feliciano




PASTORES QUE PASSAM NECESSIDADES


Considerar todos os pastores como farinha do mesmo saco além de injustiça é pecar contra o Senhor. Ora, bem sei que existem alguns que vivem nababescamente, contudo, a grande maioria dos ministros do evangelho lutam com sacrifício.  Há pouco conheci dois irmãos em Cristo, pastores de igrejas pobres numa favela de São Paulo que servem ao Senhor com muitas privações. Como eles milhares de pastores nesse enorme país passam necessidades financeiras tendo que trabalhar arduamente em três empregos para sustentar suas famílias.

Hoje, soube de uma história que me cortou o coração e que em muito me deprimiu. Uma adolescente, filha de um pastor, queria uma bicicleta, contudo, seu pai não possuía condições financeiras de lhe presentear. Diante disso, a menina não tendo alternativa cortou o seu cabelo vendendo-o para adquirir assim a bicicleta sonhada!

Caro leitor, triste isso não? Confesso que quando soube da história chorei! Imagino a dor que esse pai sentiu por não poder presentear sua filha com algo simples como uma bicicleta!

Pois é, lamentavelmente existem inúmeras igrejas que em nada ajudam seus pastores. Se não bastasse isso, existem outras tantas que tratam dos seus líderes espirituais  com desdém pagando-lhes baixos salários, tratando-os como escravos. 

Ora, fico a imaginar a cabeça de uma adolescente, filha de pastor, que pede ao pai uma bicicleta recebendo  um não como resposta simplesmente pelo fato de que este não tem condições financeiras para lhe presentear. Duro isso, não é verdade?

Prezado amigo a igreja precisa entender que assim como qualquer cidadão o pastor precisa pagar suas dividas, saldar seus impostos, vestir seus filhos, pagar escola, comprar material escolar, e tantas outras coisas mais. No entanto, parece que parte da igreja de Cristo encontra-se anestesiada quanto as necessidades de seus líderes espirituais, mesmo porque, para alguns o pastor não deveria nem mesmo receber salário.

Ora, a Bíblia ensina que quem ministra do altar deve viver do altar. "Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que de contínuo estão junto ao altar participam do altar? Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho."

Caro leitor, a orientação do Senhor é clara em afirmar que os que anunciam o evangelho que vivam dele. Além disso, as Escrituras afirmam que os “Os anciãos que governam bem sejam tidos por dignos de duplicada honra, especialmente os que labutam na pregação e no ensino. Porque diz a Escritura: Não atarás a boca ao boi quando debulha. E: Digno é o trabalhador do seu salário” ( Timóteo 5:17-18)

Diante do exposto, acredito que a Igreja de Cristo deva tratar com amor, respeito e consideração àqueles que no Senhor os tem presidido. Lidar com desdém  e desprezo o salário de homens de Deus que dedicam suas vidas a oração, ensino e pastoreio de vidas é opor-se aos ensinamentos dos apóstolos.

Pense nisso!

Renato Vargens

segunda-feira, 3 de junho de 2013

No momento da chegada dos membros de um centro de recuperação, Bruno Ferreira fazia o jantar. Ele foi acorrentado pela avó, com quem mora em Nova Sepetiba para ficar longe do vício. Bruno aceitou permanecer preso. Após a reportagem da Record, o jovem recebeu uma nova chance de vida.



OBS:O Centro de recuperação citado na reportagem acima, é o Isaac(Instituto Social de Atendimento e Apoio ao Cidadão), que é mantido pela nossa igreja Marca de Cris

A Bíblia é o cânon - perspectiva calvinista .


Por H. Henry Meeter


O calvinista sustenta que a autoridade da Bíblia é absoluta. Não considera a Bíblia simplesmente como um livro de bons conselhos que o homem pode adotar livremente, se assim o considera conveniente, ou rejeitar se assim lhe parece mais oportuno. A Bíblia é para o calvinista uma norma absoluta à que deve submeter-se totalmente. A Bíblia lhe dita o que deve crer e o que deve fazer; fala com força imperativa. Calvino era muito enfático neste ponto. Se a Bíblia fala, somente há uma alternativa: obedecer.

A razão que explica este alto conceito da Bíblia procede, naturalmente, do que é a Palavra de Deus. Tendo Deus falado e em sua revelação nos mostrou a sua vontade para as nossas vidas, consequentemente, devemos obedecê-la. Para o calvinista ao contrário do modernista, a Bíblia não é uma mera interpretação pessoal da religião e a vida dada em diferentes modelos religiosos, senão que detrás dos escritores da Bíblia descobre a infalível mão de Deus. Quando pensa na maneira como estes homens escreveram a Bíblia, o calvinista insiste no fato de que estes foram organicamente – não mecanicamente – inspirados; significando com isto que Deus serviu-se destes homens e de seus dons para dar-nos a sua revelação; e de tal maneira, isto foi assim, que o que escreveram era nada menos do que os pensamentos de Deus. Quando o calvinista contempla o conteúdo da Bíblia mantém que esta foi verbalmente e realmente inspirada; e, quando pensa no propósito que moveu Deus a impulsionar a estes homens a escrever, o calvinista descobre uma inspiração plena, ou seja, uma inspiração que inclui de um modo completo tudo o que Deus havia proposto revelar.


Extraído de H. Henry Meeter, La Iglesia y el Estado (Grand Rapids, TELL, 1963), pp. 31-32. Este livro originalmente foi publicado sob o título de THE BASIC IDEAS OF CALVINISM.

AS PEDRAS FALAM! FAFÁ DE BELÉM AFIRMA QUE O BRASIL ESTÁ AS AVESSAS

Por Renato Vargens

Acabei de saber que manifestantes fizeram um protesto público  em São Paulo exigindo liberdade de nudez. Pois é, se não bastassem a marcha gay e a marcha da maconha, eis que surge nesse tupiniquim país a defesa da nudez. Pois é,   nesta quinta-feira 30 de maio, manifestantes participaram de um ato pela liberdade da nudez no Parque Ibirapuera de São Paulo. Segundo os ativistas todos deveriam ter o direito de andar  nus publicamente.

Caro leitor, ao ouvir notícias como essa sou obrigado a acreditar que esse país se transformou num bordel. Definitivamente nossa sociedade se perdeu em todo tipo de imoralidade. Ora, a promiscuidade e a imoralidade sexual por parte de alguns é absurdamente escandalosa. A cantora Fafá de Belém, no programa "Bem amigos" manifestou sua indignação quanto a promiscuidade que tomou conta do Brasil.  Fafá disse que o Brasil está as avessas e que qualquer coisa pode no Brasil. A cantora brasileira criticou a sexualização de menores e a erotização da sociedade brasileira.

Prezado amigo diante do estado de putrefação que se encontra a nação resta-nos clamar ao Senhor por misericórdia. Além disso, creio veementemente que diante do caos instalado no Brasil é indispensável que a igreja evangélica se posicione audaciosamente contra a promiscuidade que tanto nos apavora.  Para tanto,  é fundamental que anunciemos a todos quanto pudermos a maravilhosa noticia de que em Cristo se é possível mudar de vida. 

Ressalto também que nós cristãos,  não devemos nos curvar diante da imoralidade que tem destruído parte da sociedade brasileira. Como discípulos de Senhor, temos por missão anunciar a esta geração, Cristo, o qual é único capaz de satisfazer o vazio da alma transformando gemidos em esperança, escravidão em liberdade, doenças em saúde.

Para terminar faço minhas as palavras de Fafá: " qualquer coisa pode no Brasil? Não pode não e não pode poder."

Pense nisso!